O desafio de gerir as redes sociais de uma instituição educacional na pandemia: a opção pelo estreitamento de laços implantada pelo Instituto de Arte e Comunicação Social da Universidade Federal Fluminense

Autores

  • Flávia Souza Universidade Federal Fluminense - UFF

DOI:

https://doi.org/10.31657/rcp.v6i12.613

Resumo

Este artigo reflete os resultados de pesquisa desenvolvida desde 2016 sobre a importâncias das plataformas digitais na construção de imagem, quando as redes e o site do Instituto de Arte e Comunicação Social (IACS) da Universidade Federal Fluminense (UFF) foram reformulados, a partir de um planejamento criado nas turmas de graduação das aulas de Oficina de Comunicação Institucional, disciplina obrigatória do curso de Jornalismo. Este planejamento foi seguido até fevereiro de 2020, quando, em função da pandemia, a comunicação organizacional da instituição precisou ser revista e reestruturada de forma emergencial, para conseguir eficácia e chegar a seus públicos, a partir da ausência total das estruturas presenciais para o funcionamento da instituição, que ocorrera de forma súbita. O recorte dos dados apresentados neste artigo contempla dois anos completos, tendo como marco temporal o mês de março de 2022, quando o IACS foi reaberto, encerrando o ciclo de funcionamento totalmente remoto. A hipótese apresentada aqui é de que a mudança de estratégia adotada a partir do início da pandemia fortaleceu a comunicação institucional nas redes e favoreceu os processos de comunicação organizacional a partir das plataformas digitais.

Downloads

Publicado

27/02/2023

Como Citar

Souza, F. (2023). O desafio de gerir as redes sociais de uma instituição educacional na pandemia: a opção pelo estreitamento de laços implantada pelo Instituto de Arte e Comunicação Social da Universidade Federal Fluminense. PAULUS: Revista De Comunicação Da FAPCOM, 6(12). https://doi.org/10.31657/rcp.v6i12.613